A mentira dos ovos de plástico causa sérios transtornos ao Brasil .Tá ai o esclarecimento sobre o tal ovo de plástico. Vale a pena se informar



A mentira de que ovos de plástico vindos da China estariam sendo vendidos para consumo no Brasil vem causando sérios transtornos ao setor no país. Em ofício enviado nesta quinta-feira (28/6) ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca), a ABPA (Associação Brasileira de proteína Animal) informa que empresas do setor estão sendo questionadas e recebendo, inclusive, pedidos de devolução de produtos.

“Já há casos em mercados em que consumidores estão quebrando ovos para confirmar se o produto é, de fato, verdadeiro”, informa a nota da ABPA, assinada pelo seu presidente, Francisco Turra.

Segundo a ABPA, o Brasil não importa ovos da China. A entidade solicita que o Ministério manifeste-se publicamente por meio de nota técnica explicando os absurdos contidos em um vídeo divulgado na internet por uma consumidora de Petrópolis (RJ).

ovos de plástico
Uma consumidora do RJ divulgou vídeo em mídias sociais com a falsa informação de que ovos vendidos do Brasil eram de plástico e vindos da China

No referido vídeo que circula massivamente, principalmente via Whatsapp, a consumidora apresenta uma caixa de ovos da empresa Perfa Alimentos, alegando que se trata de ovos de plástico vindos da China. Para justificar seu argumento, a consumidora manipula a textura aquosa da clara de um dos ovos retirados da embalagem.

Segundo o especialista em nutrição animal, Dr. Douglas Zaviezo, a clara aquosa é sinônimo de ovo velho. “Lamentavelmente, na medida em que as galinhas envelhecem, tendem a por ovos com claras cada vez mais aquosas“, explica o especialista em artigo pulicado na aviNews.

A referida consumidora chega ao absurdo de afirmar que a membrana existente entre a casca e a clara, aquela que retiramos ao descascar um ovo cozido, é feita de “plástico puro”. A mesma acusação é feita à casca do ovo, sem fundamento técnico algum.

Em nota pública, a Perfa Alimentos afirma que todas as granjas que abastecem o seu sistema de distribuição estão localizadas em território nacional e são acompanhadas e auditadas pelo SIF (Serviço de Inspeção Federal). A empresa está recorrendo à Justiça para identificar os autores do vídeo e os responsáveis pela divulgação do mesmo.


Os produtores de ovos do município pernambucano de São Bento do Una, que é o quarto maior produtor de ovos do Brasil, também divulgam um vídeo nas mídias sociais desmistificando as falsas informações que ovos de plástico estariam sendo vendidos no Brasil. A transmissão é feita de dentro de uma granja produtora de ovos.

Outra empresa que se manifestou publicamente, foi a Ovos Mantiqueira, referindo-se aos vídeos como sendo “irreais, caluniosos” .

“A Mantiqueira trabalha há 30 anos com a produção de alimentos de maneira responsável, por isso nos posicionamos contrários a qualquer notícia irreal e agradecemos a colaboração de todos que, como nós, não concordam com a disseminação de tal conteúdo”, informa a nota.

Brinquedos produzidos na China

Um vídeo que circula desde 2017, mostra a linha de produção de uma fábrica de brinquedos da China, dizendo que são ovos de plástico para consumo humano

Provavelmente, a referida consumidora foi motivada por um outro vídeo, que circula desde 2017, que mostra a linha de produção de uma fábrica de brinquedos da China embalando a conhecida “geleca” em forma de ovo cozido.

Porém, nas mídias sociais, o referido vídeo vem acompanhado do texto “Polícia chinesa desmonta fábrica para fabricar ovos artificiais a partir de materiais plásticos e de resíduos humanos não comestíveis”, induzindo as pessoas a acreditarem que se trata da fabricação de ovos falsos na China.

Fake News

A tradução literal de Fake News é Notícias Falsas. Elas nasceram com a humanidade, porém, assumiram uma proporção descontrolada com o advento da internet, pela velocidade e facilidade com que são disseminadas.

Já há estudos científicos que buscam entender porque as pessoas depositam tanta confiança em notícias como essa de que os brasileiros estão consumindo ovos de plástico, ou de que o bicarbonato de sódio cura qualquer tipo de câncer e de que isso estaria sendo abafado pela indústria farmacêutica.

Em matéria publicada pelo Correio Braziliense no último mês de fevereiro, o psicólogo da Universidade de Glasgow, na Escócia, Steven Brown, explica que quando o ser humano está diante de algo que não compreende, uma resposta errada pode parecer melhor do que não ter resposta alguma.

O especialista, que pesquisa os impactos da revolução digital, diz que, no geral, as pessoas creem que o que ouvem e veem são um reflexo da realidade. Isso se chama realismo ingênuo (ou do senso comum), um conceito da psicologia social segundo o qual o homem tende a acreditar que percebe o mundo tal qual ele é.


Você também vai gostar: