Adicione este ingrediente poderoso à sua limonada para tratar a depressão de forma eficaz



Os médicos geralmente prescrevem medicamentos antidepressivos para quem sofre com uma profunda depressão.

Nem precisamos dizer o quanto essas drogas são prejudiciais, certo?

Felizmente, há alternativas naturais que ajudam a tratar essa situação.

Como explicar a depressão à luz de uma visão médico-naturalista?

Vamos simplificar: o que ocorre no cérebro, quando há a depressão, é a disfunção de um ou mais entre os doze neurotransmissores.

O mais comum desses neurotransmissores é a dopamina.
A dopamina é estimulada pelo feijão preto, café, chocolate amargo, álcool com moderação (como vinho), sexo, academia (exercícios), caminhada.

Sinais de infecção pela bactéria Helicobacter pylori – muita gente tem sem saber
Não arranque esta planta do seu quintal – ela é um poderoso calmante e analgésico natural


Então, já temos alternativas mais naturais para tratar esse terrível problema, certo?

Como reforço, deve-se tomar suco de limão combinado com cúrcuma (açafrão-da-terra).

Além de não ter efeitos colaterais, esta limonada especial é rica em antioxidantes.

Estudos científicos mostraram que a cúrcuma ajuda a tratar a depressão.

Todo esforço é válido para fugir de medicamentos como a fluoxetina, um dos mais usados para combater a depressão.

No entanto, seus efeitos colaterais são terríveis, como:

– sangramento no estômago

– respiração pesada

– pensamentos suicidas

O açafrão, por outro lado, não apresentou sintomas negativos – muito pelo contrário!

Agora vamos à receita!

depressao_-_curcuma.jpg

INGREDIENTES

1 copo de água pura

1 colher (chá) de cúrcuma em pó ou ralada

O suco fresco de um limão

Um pouco de pimenta-do-reino moída na hora

MODO DE PREPARO

Misture os ingredientes numa jarra e mexa bem, até formar uma mistura homogênea.

Feito isso, beba imediatamente, todos os dias.

Consumir diariamente, de uma a três vezes.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.


Você também vai gostar: